Portal de Notícias do RN

MENU

Notícias / Geral

Voo da FAB com primeiros 211 brasileiros repatriados de Israel chega ao Brasil

Turistas, empresários, pastores, produtores de vídeo, escritores e aposentados celebram retorno em segurança da zona de conflito no Oriente Médio. Segundo voo da FAB decola de Israel nesta quarta.

Voo da FAB com primeiros 211 brasileiros repatriados de Israel chega ao Brasil
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Alívio, satisfação, segurança e gratidão. Esses foram os sentimentos mais expressados por alguns dos 211 brasileiros que chegaram nesta madrugada no primeiro voo da Força Aérea Brasileira (FAB) para repatriar brasileiros da região de conflito entre Israel e palestinos. A aeronave KC-30 (Airbus A330 200) aterrissou na Base Aérea de Brasília às 4h07 da madrugada desta quarta-feira, 11/10.

Saímos de Tel Aviv debaixo de mísseis e chegamos ao Brasil com aplausos. A nossa esperança é olhar para o céu e saber que não cairão bombas”

Fabrício Ramon Lopes, escritor e empresário brasiliense 

Turistas, empresários, escritores, pastores, produtores de vídeo, aposentados que estavam em várias regiões de Israel foram acolhidos pela operação Voltando em Paz. A logística começou a ser organizada já no sábado (7/10) pelo Governo Federal, assim que teve início o conflito que já deixou milhares de mortos dos dois lados da fronteira.

“Saímos de Tel Aviv debaixo de mísseis e chegamos ao Brasil com aplausos. A nossa esperança é olhar para o céu e saber que não cairão bombas”, resumiu o escritor e empresário brasiliense Fabrício Ramon Lopes, que relatou um ambiente tenso nas proximidades do aeroporto de Tel Aviv, com sons de estouros do sistema de defesa aéreo israelense e de alarmes.

Leia Também:

“Estou muito contente que tenha dado tudo certo, muito satisfeito”, afirmou o paulista José Altona, que viajou para encontrar a filha numa cidade perto de Haifa, no norte de Israel. “Muito contente que tenha dado tudo certo. Espetacular essa gentileza de nos trazerem de volta. Foi um show de competência”, comentou.

Pastor e empresário cearense, Jorge Araújo estava em Jerusalém quando teve início o protocolo de sirenes e sinais para que todos buscassem abrigo. Para ele, a sensação é de paz por chegar bem ao território brasileiro. “Muita felicidade, muita alegria. Queria agradecer familiares e amigos pelas orações, jejuns, lágrimas. Não é fácil para eles, mas a gente estava sempre sendo bem cuidado lá, muito protegidos”.

O produtor de vídeo brasiliense Gleik Max não escondeu o alívio ao pisar em solo nacional. Ele estava em Israel para uma gravação de um documentário. “Cara, é incrivelmente satisfatório chegar depois de tudo o que a gente viveu lá. Nem de perto estive no front ou perto de explosão real, mas saber que estamos no Brasil depois da iminência de um ataque, de sentir a tensão da guerra, as sirenes tocando, é incrível”, disse. “Só quero agradecer a esse milagre divino e a ação do Governo Federal, que foi muito positiva, rápida e efetiva”, afirmou.

LOGÍSTICA - Na chegada a Brasília, os passageiros foram recepcionados pelo ministro da Defesa, José Múcio, pela ministra substituta do Ministério das Relações Exteriores, Maria Laura da Rocha, e pelo tenente brigadeiro Damasceno, comandante da Aeronáutica.

“Estamos muito felizes de poder estar recebendo em condições boas de saúde, sãos e salvos, os nossos compatriotas”, afirmou Maria Laura da Rocha. “Nosso objetivo é trazer todos de volta. Ainda temos cerca de 2.500 brasileiros em Israel e 50 na Faixa de Gaza até o momento. Estaremos sempre aqui para receber os outros que chegarão”.

 

Fonte/Créditos: Governo Federal

Créditos (Imagem de capa): Vinicius Neves / Secom / PR

Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )